início do conteúdo

Alunos do IFMT-Pontes e Lacerda relatam experiência de participar da Olimpíada Nacional em História

Publicado por: Campus Pontes e Lacerda / 2 de Julho de 2019 às 09:46

O Instituto Federal de Mato Grosso Campus Pontes e Lacerda-Fronteira Oeste foi representado por 40 equipes nas primeiras seis fases da 11ª Olimpíada Nacional em História do Brasil, mas apenas duas chegaram à final que acontecerá no próximo dia 17 de agosto em Campinas (SP). Apesar disso, para as que não conseguiram, o sentimento de dever cumprido, aprendizado e experiência pela participação em uma competição do nível amenizam a frustração. A maratona de provas é elaborada pelo Departamento de História da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e surge como uma proposta inovadora de estudo consistente de história.

Magno Henrique Pereira da Silva foi membro da equipe “Luís Gama” (integrada ainda por Magdiel Júnior Duarte Flores e Cassiano Pereira Freitas- 3º Ano do Ensino Médio Integrado ao Curso Técnico em Controle Ambiental-vespertino), que não chegou à final, mas relatou ter construído aprendizado valioso na trajetória acadêmica. “A principal dificuldade foi conciliar o tempo para dedicação necessária à Olimpíada e as aulas regulares no Instituto. Percebemos que era possível no decorrer da competição e isso foi acrescentando no nosso grupo. Passamos a pensar diferente, refletir de outra forma, o que foi crucial para chegar à sexta fase. O aprendizado é vasto. Ver documentos que não tínhamos acesso nos livros didáticos ou em outras fontes foi algo muito interessante. A cada fase vimos histórias de personagens que não conhecíamos, pessoas que fizeram grandes feitos e não são reconhecidas. Nossa maneira de pensar teve um salto muito grande”.

As seis fases iniciais foram online e na última prova o desafio foi retratar uma personagem que não está nos livros didáticos de história e justificar o porquê deveria. Magno explicou porquê o grupo escolheu Ana Maria do Couto. “É uma personagem de Cuiabá. Foi uma mulher que teve grande destaque na área educacional. Muito jovem foi para o Rio de Janeiro, formou-se em Educação Física (…). Além disso, formou-se em outras áreas e foi quebrando paradigmas, foi a primeira mulher presidente de um time de futebol, o Dom Bosco, foi presidente da Câmara de Vereadores de Cuiabá também. Um feito que só homens tinham até então. Ana representa a força do feminismo, a vanguarda da mulher mato-grossense.

O sentimento foi compartilhado por Sabrina Costa Vieira, membro da equipe “As Três Terezas” (formada ainda por Nathalia Barros Escobedo e Iryan Nicoli Pereira Medeiros- 1º Ano do Ensino Médio Integrado ao Curso Técnico em Informática-vespertino), que também não chegou à final. “A rotina de estudos foi bem cansativa. Viemos muito no contraturno das atividades regulares, nos reuníamos na casa de colegas no final de semana. Foram muitas provas, trabalhos, é preciso dividir bem o tempo. A competição para mim foi uma experiência inigualável. Tivemos contato com uma didática diferente. O conteúdo é muito crítico em relação ao nosso passado. Foi encantador, ainda mais perceber o quanto história pode ser cativante de um modo diferente. Os professores também foram fundamentais porque, qualquer dúvida que tínhamos, nos ajudavam”.

Na sexta fase, Sabrina destacou a escolha do Cacique Raoni (Raoni Metuktire), líder indígena brasileiro da etnia caiapó, conhecido internacionalmente por sua luta pela preservação da Amazônia e dos povos indígenas. “Porque ele, apesar de ser conhecido internacionalmente não está nos livros didáticos. Tem um papel importantíssimo na história”.

Todas das equipes foram orientadas pelos professores doutorando em história, Leonan Lauro Nunes da Silva e mestre em história, Manuela Arruda dos Santos Nunes da Silva. “Esse processo de orientação foi gratificante. Eu e a professora Manuela trabalhamos com as equipes e sentimos o retorno. Foram 40 ao longo de todo processo e o envolvimento foi muito forte. A metodologia, o processo de estudo, foi intrincado. Sabemos que o Instituto é uma instituição complexa, com muitos profissionais, muitas áreas do conhecimento e os alunos tiveram que conciliar a rotina da sala de aula para a Olimpíada. Se trabalha metodologia, o aprender a estudar. Tiveram a acesso à conteúdo que em sala de aula, por mais boa vontade que tenhamos, 1h50 não é suficiente para aprofundar e a competição possibilita isso. Nesse processo a cooperação é fundamental. Hoje eles sabem fazer a ponte do passado com o presente e vislumbrar um horizonte de expectativa e isso é gratificante”, resumiu Leonan.

As equipes que chegaram à final foram: “Herdeiras de Mahin”, formada pelas discentes Amanda Namye Eguchi, Giovanna Garcia Tavares Oliveira e Laura Emilia de Macedo Lima (3º ano do Ensino Médio Integrado ao Curso Técnico em Administração) e “Winxtoriadoras”, integrada por Aline Gabrielli Silva Ferreira, Nathalia Frannkeusy Silva de Almeida e Regina Santos Souza (2º ano do Ensino Médio Integrado ao Curso Técnico em Informática-matutino). Elas obtiveram a primeira colocação na região Centro-Oeste e também no ranking estadual.

EQUIPES INSCRITAS NA 11ª OLIMPÍADA NACIONAL EM HISTÓRIA DO BRASIL

“Luís Gama” –Cassiano Pereira Freitas (3º CTA-Vesp); Magdiel Junio Duarte Flores (3º CTA-Vesp); Magno Henrique Pereira da Silva (3ª CTA-Vesp).

“As Nambikwaras” –Luiza Karollina Silva Simião (3º CTA-Mat); Luiza Lima Sales (3º CTA-Mat); Camila Freitas Lourdes Carneiro (3º CTA-Vesp).

“Escravos da Consciência” –Alana Gisely Alves Garcia (3º CTA-Mat); Giovana Novaes Fidelis (3ºCTA-Mat); Júlia Ferrari Macedo (3º CTA-Mat).

“Militantes da URSAL” –Higor Vinicius Moura Cruz (3º INFO-Mat); Kaio Santos de Almeida Marques (3º INFO-Mat); Samuel Oliveira Silva (3º INFO-Mat).

“Sabotage” –Bruno Marcelo Santos Fagundes (3º CTA-Vesp); Gabryel Henrique Duarte Flores (2º INFO-Vesp); Wagner Leonel Junior (3º CTA-Vesp).

“As Herdeiras de Mahin” -Laura Emilia de Macedo Lima (3º ADM-Mat); Giovanna Garcia Tavares Oliveira (3º ADM-Mat); Amanda Namye Eguchi (3º ADM-Mat).

“Winxtoriadoras” –Nathalia Frannkeusy Silva de Almeida (2º INFO-Mat); Aline Gabrielli Silva Ferreira (2º INFO-Mat); Regina Santos Souza (2º INFO-Mat).

“404!O nome da equipe não existe” –Pedro Henrique Padro Reis (2º INFO-Mat); Luana Ratis Almeida (3º INFO-Vesp); Vanessa Cristina Ferreira Santos (3º INFO-Vesp).

“A gente faz bagunça, mas tira nota” –Bruno Sandol Silva (3º INFO-Mat); João Pedro Dias Leandro (3º INFO-Mat); Paulo Vitor Silva Soares (3º INFO-Mat).

“Amazonas da Fronteira Oeste” –Thalita Freitas Correa (2º ADM-Mat); Letícia Galiassi (2º ADM-Mat); Amanda Caldas Campos (2º ADM-Mat).

“As Filhas de Clio” –Beatriz Oliveira Mannarelli (1ºADM-Mat); Maisa Rubinho Vaz (2ºADM-Mat); Isabela Andrade Araujo (2º ADM-Mat).

“As Filhas de Pedro Álvares Cabral” –Karoline Silva Santos (1º CTA-Mat); Naila Rafaela Silva De Sousa (1º ADM-Mat); Fabiana Batista Silva (1º ADM-Mat).

“As Historiadoras da Fronteira Oeste” –Gislaine Florencio Araujo (2º ADM-Mat); Gizeli Suzana Vieira (2º ADM-Mat); Jéssica Silva Polizei (2º ADM-Mat).

“As Três Graças” –Luma Vieira Teixeira (3º ADM-Mat); Anny Vitória Silva Costa (3º ADM-Mat); Larissa Natieli Dionísio Ramos (3º ADM-Mat).

“As Três Terezas” –Sabrina Costa Vieira (1º INFO-Vesp); Iryan Nicoli Pereira Medeiros (1º INFO-Vesp); Nathalia Barros Escobedo (1º INFO-Vesp).

“Baraka” –Thiago Silva Lima (2º CTA-Mat); Danilo de Moraes Costa (2º CTA-Mat); Kamila Silva (2º CTA-Mat).

“Buarque Holanda” –Andrielly Poichee Aiardes (1º INFO-Vesp); Cássia Vitória Guedes Herculino (1º INFO-Mat); Mizael Silva Carvalho (1º INFO-Vesp).

“DébsESeusAmigos” –Débora Adriele Gontijo Barros (1º INFO-Mat); Arthur Emanuel Felipe Alves (1º INFO-Mat); Geraldo Rodrigues de Almeida Neto (1º INFO-Mat).

“Defensores da História” –Joyce Brito Silva (2º ADM-Mat); Matheus Henrique Moreira Louro (2º ADM-Mat); Ana Vitória Nonino (1º CTA-Mat).

“Descendentes do Novo Mundo” –Breno Duarte Bizerra (2º INFO-Mat); Gabriel Vitor (3º CTA-Mat); Sarah Urzedo Souza Santos (1º CTA-Mat).

“Filhos de Mandela” -Kauê Bleno (2º CTA-Mat); Anita Garcia (2º CTA-Mat); Kamilli Alves (2º CTA-Mat).

“Hakuna Matata” –Francielli Santos Teixeira (2º INFO-Mat); Thiago Silva Gomes (2º INFO-Mat); Beatriz Gomes da Silva (2º INFO-Mat).

“helicóptero não existe!” –Pâmela Quirino Pereira (2º INFO-Mat); Benjamim Soprani Caires Nogueira (2º INFO-Mat); Ricardo Tadeshi Matuda Junior (2º INFO-Mat).

“Historiadores da Fronteira Oeste” –Agna Almeida Oliveira (2º CTA-Mat); Giovanna Gabrielly Oliveira Schuck (2º CTA-Mat); Vitório Cruz Barbosa Cunha (2º ADM-Mat).

“Id, Ego e Superego” –Leandro Oliveira Diana (3º INFO-Mat); Matheus Silva (3º INFO-Vesp); Kennedy da Silva Santos (3º INFO-Vesp).

“Investigadores do Passado” –Paulo Henrique Scatolin Silva (1º CTA-Mat); Lucas Gabriel Barreto Paulino (2º INFO-Mat); Eduarda Karoline Cordeiro Andrade (2º INFO-Mat).

“Jovens de Atenas” –Thaynara Santos Silva (2º INFO-Mat); Kauan Costa Cavalheiro (2º INFO-Mat); Amanda Cristina Souza Silva (2º INFO-Mat).

“Knights of the Brazilian raft” –Leandro Marcolin Barbieri (3º INFO-Vesp); Gean Carlo (2º INFO-Vesp); Lucas Almeida Freitas (3ºINFO-Vesp).

“Mega Historiadores” –Luis Antonio Coutinho Dias (1º ADM-Mat); Fernando Silva Braga Francisco (1º ADM-Mat); Ana Alice Cordeiro Andrade (1º CTA-Mat).

“Meninas Super Historiadoras” –Mariana Vilela (1º CTA-Mat); Carolline Silva Oliveira (1º CTA-Mat); Anna Clara Assis Souza (1º CTA-Mat).

“Muito mais que si” –David Oliveira Martins (3º INFO-Mat); Alliny Souza Pagliarini (3º INFO-Mat); José Antonio Luiz Rodrigues (2º ADM-Mat).

“Não ‘Cálice’” –Eduardo CarvalhoSilva (1º CTA-Mat); Gabriela Pitaluga de Castro Volpato (1º ADM-Mat); Ana Carolina Campos Rodrigues (1º CTA-Mat).

“Os bits da Fronteira Oeste” –Jhenifer Rocha Jesus (3º INFO-Vesp); Izileide Cristina Conceição (3º INFO-Vesp); Marcos Bento Silva (3º INFO-Vesp).

“Os Conquistadores da História” –Leandra Vieira de Paula Borges (1º CTA-Mat); Larissa Oliveira Moreira (1º CTA-Mat); João Guilherme Veiga (1º CTA-Mat).

“Os Desbravadores do Desconhecido” –Samara Costa Porto (2º CTA-Vesp); Matheus Souza (2º CTA-Mat); Amilton Gabriel (2º CTA-Mat).

“Os Obscuriais” –Matheus Rissardi Bittencourt de Souza (2º ADM-Mat); João Pedro Ennes de Miranda Eto (2º ADM-Mat); Maria Eduarda de Araujo de Aquino (2º ADM-Mat).

“Os Xiaominios” –Ikaro David Miguel de Oliveira Silva (2º INFO-Mat); José Paulo Jaques de Lima (2º INFO-Mat); Nicollas Kauã Pereira Reis (2º INFO-Mat).

“Paladinos da Fronteira Oeste” –Victor da Cunha Marques (3º ADM-Mat); Matheus Teodolfo Santos (3º ADM-Mat); Giulia Valencio (2º CTA-Mat).

“Suqueria do Xande 2: A redenção” -Guilherme Rosales Alexandre (3º INFO-Mat); Yago Alves Santos (3º INFO-Mat); Bruno Oliveira Goulart (3º INFO-Mat).

“Team of Historians” –Thayná Pereira Silva (2º ADM-Mat); Karla Regina Ribeiro Rocha (2º ADM-Mat); Gilsival César (2º INFO-Vesp).

início do rodapé

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Pontes e Lacerda

Rodovia MT-473, s/n - CEP: 78250-000

Telefones: (65) 3266-8200 - (65) 3266-8241

Pontes e Lacerda/MT