início do conteúdo

Projeto de educação do IFMT Pontes e Lacerda é selecionado em programa nacional da Câmara dos Deputados

Publicado por: Campus Pontes e Lacerda / 10 de Junho de 2016 às 15:38

Ubuntu. Uma palavra que diz respeito a uma filosofia africana cujo significado se refere a coletividade dá título a um projeto de educação desenvolvido no Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) Campus Fronteira Oeste, em Pontes e Lacerda, e liderado pela professora de história Manuela Arruda. Em tradução livre para o português, Ubuntu significa “eu sou porque nós somos” ou seja, “juntos somos fortes”.

Esta é a força motriz do “Ubuntu – juntos pela Democracia”, que foi um dos projetos classificado para participar do programa Missão Pedagógica no Parlamento. A ação é uma iniciativa da Câmara dos Deputados que têm como objetivo oferecer aos educadores formação em educação para democracia. Esse foi o primeiro programa destinado a professores da rede pública realizado pelo Legislativo no âmbito federal e em 2016 está indo para sua 6ª edição.

Os convocados participam de uma intensa semana de formação em Brasília e de um módulo de elaboração de projetos à distância, nos quais aprendem e socializam saberes e práticas para fazer da escola um espaço privilegiado para a vivência de experiências e valores democráticos e para o fortalecimento da cidadania. Além disso, conhecem de perto a Câmara dos Deputados e o Poder Legislativo. As despesas para participação no encontro em Brasília são custeadas pela Câmara dos Deputados.

De acordo com Manuela Arruda, o programa é uma oportunidade para expandir seus conhecimentos como educadora mas, mais importantes, trazer renovo ao processo de formação dos alunos em sala de aula. “Nem sempre os conceitos referentes a formação cidadã são entendidos de forma clara e há quem defenda que o ambiente escolar deve ocupar-se apenas dos conteúdos formais. Quem sustenta tal argumento desconsidera, inclusive o que está posto na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB 9394/96) que diz em seu artigo 2º que a educação básica a ser ofertada nas unidades escolares tem por finalidade 'o pleno desenvolvimento do educando, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o mercado de trabalho'. É dentro desta perspectiva que propomos o projeto”, comentou.

Além dela, apenas outro projeto de Mato Grosso foi selecionado para participar do programa sobre combate às queimadas, do professor José Aparecido Venâncio de Oliveira da Escola Estadual Santa Terezinha, em Guiratinga. Eles tiveram que concorrer com outros 56 projetos e professores, depois oito passaram pelo curso online e dois foram selecionados.

Para Manuela, a construção do professor se dá por meio de experiências como esta. “A consciência de que, como educadora, devo buscar formação continuada para melhorar minha prática docente foi a força motriz que me moveu a participar do programa. Acredito que é papel da escola ajudar a construir cidadãos críticos, reflexivos e participativos na gestão da sua escola, do seu, bairro, da sua cidade e do seu país. Nesse sentido a participação no Programa me ajudará a pensar novas estratégias para formar jovens conscientes de seu papel social na promoção de valores democráticos e para o fortalecimento da cidadania”, concluiu.

início do rodapé

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Pontes e Lacerda

Rodovia MT-473, s/n - CEP: 78250-000

Telefones: (65) 3266-8200 - (65) 3266-8241

Pontes e Lacerda/MT